Venda de seminovos cresce 1% no Brasil

07 Abr, 2019

O volume de negociações de veículos usados no Brasil registrou crescimento de 1% no primeiro trimestre de 2019, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo a Fenabrave. Este número pode ser explicado pelo desempenho nas vendas em março, mês que registrou queda de 7,7%.

 

Fabio Pinto, especialista em carros, destaca que esses números podem ficar mais expressivos com a chegada da tecnologia no setor, que propõe melhorar a experiência de quem compra e vende carros usados no Brasil. Ele explica que startups do segmento automotivo, conhecidas como autotechs, revolucionaram o mercado de carros usados.

“Entendemos que ainda exista um receio na hora de fazer negócios entre pessoas físicas – principalmente pela internet – e por isso criamos um modelo com profissionais especializados para fazer a conexão entre essas pessoas. Toda mediação é feita por especialistas da nossa empresa, desde a inspeção, visita para conhecer o carro no local e horário combinado, até a negociação de preço e contratos”, diz Pinto.

“O e-commerce automotivo no País passa por uma enorme mudança. Inicialmente a digitalização do mercado consistiu apenas em levar os anúncios que eram feitos em jornais para a internet, facilitando muito o acesso à informação sobre os carros. Nesse momento os grandes sites automotivos do mundo passaram a oferecer serviço de venda além de somente fazer o anúncio”, informa.